© 2015 POR EBJ - ESCOLA BRASILEIRA DE JOALHERIA

  • Black Pinterest Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Instagram Icon
  • Preto Ícone Facebook
SOBRE NÓS

A ebj - Escola Brasileira de Joalheira fundada em 2015 e idealizada por Livi Pires, nasceu com intuito de fomentar a joalheria artesanal.

No curso de ourivesaria o aluno aprende todos os procedimentos para fabricação de suas joias, que passa pela produção da sua própria liga de metal e soldas. 

Nossa visão consiste em capacitar o aluno em todo processo da joalheria.

Sabemos que o conhecimento sempre nos fortalece como profissionais, e que é essencial para a produção de um produto com qualidade.

Total auxílio na criação e posicionamento de marca, desenvolvimento de coleções.

Os alunos aprendem a preparar  metal para aulas, fundição, laminação. E também soldas e ligas de todos os metais.

As aulas são ministradas por Livi Pires e Perroni.

 

Sem formação de turma, o desenvolvimento é individual.

A consultoria da escola passa pela criação da marca e de coleções, posicionamento em redes sociais, embalagens, criação de sites e lojas virtuais.

A ebj realiza um intercâmbio para Londres em parceria com a BAJ [British Academy of Jewellry], que nos convidou para fazermos parte de um grupo internacional de escolas de joalheria, que tem como visão o uso da técnica com excelência, e preserva a ourivesaria clássica.

Em Setembro de 2018 a escola participou da BIJORHCA, apresentando  a escola e as joias de 8 alunos.

EMISSÃO DE CERTIFICADO EM TODOS OS MÓDULOS.

 

NOSSOS PROFESSORES

LIVI PIRES

Com 16 anos de experiência,  Livi teve sua formação como ourives na "Escolinha da H.Stern" após ser admitida em 2003. Formou-se em Desenho Industrial em 2008. Em 2010  tornou-se a primeira mulher ourives na oficina da joalheria Sauer. Com a experiência nas duas maiores joalherias do Brasil, Livi inaugurou a ebj com intuito de ensinar a joalheria clássica, processo manual.  
PERRONI
Ourives com 44 anos de exepriência, sendo 21 anos na H.Stern. Jorge Perroni aprendeu a ourviesaria na oficina da família, com seu pai Mario Brandão, que era responsável pela produção de grandes joalherias nos anos 70. Perroni como modelista participou do desenvolvimento de coleções icônicas da H.Stern.